Campanha: Gripe A

20 de março de 2010


Fonte:Ministério da Saúde e médicos especializados
A partir de segunda-feira, 22, gestantes, crianças de 6 meses a dois anos de idade e portadores de doenças crônicas com menos de 60 anos podem procurar os postos de vacinação da  rede pública de saúde para serem imunizados contra a gripe A. O prazo vai até 2 de abril. A exceção fica por conta das grávidas, consideradas grupo de risco e que podem se vacinar até 21 de maio. 
O governo dividiu a população em cinco grupos. A divisão se deu por faixas etárias e ou situação de vulnerabilidade. As pessoas que têm doenças crônicas, diabetes, que estejam no grau 3 de obesidade, doentes renais e hepáticos  são consideradas um grupo de risco e vão ter direito à proteção. 
A vacinação vai até 7 de maio, mas é preciso ficar atento ao calendário que o governo preparou. Confira as demais datas no quadro ao lado. Ano passado, o vírus da Influenza H1N1 chegou ao Brasil assustando a população. A doença ficou conhecida como gripe suína e matou mais de 650 brasileiros.
O Ministério da Saúde começou a campanha no dia 8 de março. O primeiro grupo a receber a dose da vacina foi composto por trabalhadores do serviço de saúde: médicos, recepcionistas e funcionários, além da comunidade indígena, que foi incluída nessa primeira etapa. 
Doenças respiratórias - Neste mês de mais chuvas, o número de pessoas com gripe, resfriado, bronquite, rinite, sinusite, amidaglite e pneumonia cresce sensivelmente nos hospitais. São as doenças respiratórias, que chegam com a mudança de temperatura.
“Neste período mais chuvoso do ano, que vai de março a setembro, as pessoas ficam mais tempo juntas em ambientes fechados, o que facilita a proliferação de vírus”, explica a pneumologista do Hospital Octávio Mangabeira, Rosana Franco.
Viroses, gripe, resfriado e  pneumonia são os quadros clínicos mais comuns desta época. Segundo a diretora-médica do Hospital João Batista Caribé,  Maria Letícia Carvalho, o aumento da procura de tratamento para essas doenças ainda é pequeno, no hospital, mas espera-se que o número de casos cresça conforme as chuvas vão se intensificando.  
Os principais afetados com a mudança do tempo são as crianças. “O  número de crianças em relação ao de adultos internados com problemas respiratórios chega a ser 70 % maior”, relata Maria Letícia.
Calendário e alertas
22 de março a 2 de abril/ grávidas; crianças de 6 meses a 2 anos; portadores de doenças crônicas com menos de 60 anos – incluem-se nesse grupo pessoas com obesidade de grau 3 (antiga obesidade mórbida), diabetes, doenças hepáticas e renais. Não será exigido atestado médico. As mulheres que ficarem grávidas após este período devem procurar um posto para serem vacinadas.
5 a 23 de abril /Serão vacinados os jovens e saudáveis com idade entre  20 e 29 anos.
27 de abril a 7 de maio /  É a vez dos idosos que tenham a partir de 60 anos.
10 a 21 de maio / Período para a população de 30 a 39 anos ser imunizada. 
Para evitar contaminação - Lave sempre as mãos; tape a boca e o nariz ao espirrar; evite ambientes pouco ventilados; não divida copos, talheres e outros objetos pessoais. 
Atenção aos sinais - Doenças respiratórias devem ser tratadas logo, para não evoluírem para uma pneumonia e outras complicações.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP