Seja a sua melhor amiga

28 de dezembro de 2011

Autora Marjorie Zoppei
 Para ser feliz, você precisa se tornar a sua melhor amiga e resolver todos os conflitos internos que minam sua realização pessoal. Aprenda a estar do seu lado.
Sua família e seus amigos consideram você uma pessoa boazinha, disposta a ajudar sempre. Mas, numa autoavaliação rápida, você sabe por que se comporta assim? Se for por ter medo de dizer "não" e perder o carinho de todos, alto lá! Melhor rever os seus sentimentos para conseguir colocar-se em primeiro lugar e, fazendo assim, ainda conquistar o respeito de todos. Para reverter a situação é preciso afirmar os seus interesses e ser assertiva naquilo que acredita, ou seja, dizer tudo com firmeza. "Você tem de saber se comunicar, falar o que pensa (seja positivo ou negativo) na hora certa e da maneira correta", diz Angelita Scardua, mestre em psicologia social pela Universidade de São Paulo (USP).

Imagem Google

Mas não confunda assertividade com agressividade. "Se o que você tem a dizer é desagradável, escolha o momento ideal para não gerar conflitos desnecessários", completa Angelita. A pessoa assertiva é transparente, fala o que pensa com naturalidade e coloca-se aberta para críticas. Ser assertivo, portanto, compreende aceitar a si mesma, reconhecer os próprios limites e potenciais, e dispor-se a enfrentar o medo da rejeição. É necessário estabelecer seu espaço sem depender da aprovação alheia. "A tarefa não é simples, mas tudo é questão de treino para expressar o que você deseja de forma clara e objetiva, controlando suas emoções e mostrando-se menos submissa", explica a psicóloga Cecília Zylberstajn, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
Diga "não"
Falar esta palavrinha mágica traz muitas coisas boas. "Além de adquirir respeito e defender os próprios interesses, você transmite a imagem de honestidade, já que ninguém pode estar de acordo com tudo o tempo todo", ressalta Cecília. No entanto, uma negativa deve vir acompanhada de uma explicação. Assim, você demonstra que conhece as suas prioridades e também respeita o outro, pois lhe conta os seus motivos. O fato é: não dá para ser boa­zinha sempre; isso provoca frustração em você e leva os demais a não valorizarem sua disponibilidade. É ótimo levar alegria aos que estão à nossa volta. Mas se ajudar alguém significa passar por cima dos seus sentimentos, esqueça!
Imagem Google
Como mudar sua atitude hoje e ganhar o respeito de todos para sempre 
Não confunda autoritarismo com assertividade: Se você quer ser ouvida, obedecida e respeitada, construa a sua autoridade dia a dia, em cada atitude. Como? Sendo honesta, correta, responsável, aberta... Quem se sente realmente seguro e confortável com o que pensa, fala e faz é coerente, e pessoas coerentes tendem a ser éticas.
Faça com que seus filhos adolescentes sejam obedientes: Em geral, o relacionamento entre pais e jovens nessa idade tem problemas, porque o adolescente questiona a autoridade. Isso ocorre quando ele percebe que há uma diferença entre o que os pais dizem e como eles vivem. Ser coerente no discurso e na prática é a melhor forma de se fazer respeitar. O importante é que os pais mostrem para os filhos que eles não são super-heróis, perfeitos e infalíveis, mas, como seres humanos, tentam fazer o melhor que podem. Com isso, muitas vezes pai e mãe acertam e outras não. Reconhecer os próprios erros é parte fundamental para a conquista do respeito. Quando os pais percebem que falham, eles sinalizam aos filhos que estão dispostos a fazer o melhor.
Permaneça em silêncio quando necessário: A todo momento somos cobradas para ter opinião sobre tudo. Não é necessário! Quando estamos sobrecarregadas emocionalmente fica fácil explodir a qualquer sinal de desentendimento. O pior é quando a explosão se dá com alguém que não tem nada a ver com a situação - o que geralmente ocorre.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP