Centenário de Charles Addams

7 de janeiro de 2012

Fonte Wikipedia
Charles Samuel Addams (Westfield, Nova Jérsei, 7 de Janeiro de 1912 — Nova Iorque, 29 de Setembro de 1988) foi um cartunista estadunidense. Ficou célebre ao criar quadrinhos com personagens que habitavam um mundo particular, com criaturas ao estilo Frankenstein. Suas estórias foram adaptadas para a TV com o nome de "A Família Addams".
Addams trabalhou no departamento de arte de uma revista criminalista e sua função era pintar cruzes pretas nas fotografias indicando o lugar onde havia sido encontrado o cadáver. Seu humor mórbido floresceu na revista norte-americana The New Yorker, em 1936, e a sua produção era equivalente à de Thurber e Peter Arno, com quem trabalhava. Um ano depois a revista publicaria os seus inspirados cartoons da Família cujas figuras góticas, mais tarde, ganhariam vida numa série feita para a televisão: A Família Addams. Esta série acabou sugerindo outra, igualmente famosa: Os Monstros. Vários de seus cartoons tornaram-se clássicos: o esquiador cujos esquis misteriosamente passam por uma imensa árvore, um de cada lado.

Imagem Google

Conhecido como o Mestre do Macabro, o cartunista Charles Addams completaria 100 anos hoje. Addams começou a publicar seu trabalho na revista New Yorker quando tinha 21 anos de idade. O criador de “A Família Addams“, personagens que iniciaram sua trajetória nas tiras de quadrinhos, passando pela televisão e pelo cinema até chegar ao teatro, com um musical que entra em cartaz no Brasil em março.
O abastado advogado Covas Addams/Gomez Alonso Addams, que tinha como passatempo favorito explodir trens de brinquedo, se excitava sempre que sua esposa Morticia Frump falava em francês. A mulher de visual exótico e expressão macabra era mãe de duas crianças: Vandinha/Wednesday e Feioso/Pugsley, que se divertiam brincando de assassinato.
Na casa também viviam o Tio Chico/Fester, com vasto conhecimento sobre tudo que é macabro; a vovó, uma espécie de bruxa, mãe de Mortícia; Itti, o primo de Gomez, um sujeito que tem tanto cabelo que não se vê nenhuma parte de seu corpo; o mordomo Tropeço/Lurch, uma criatura enorme, sem expressão e de poucas palavras; e o Coisa, uma mão sem corpo que vivia dentro de uma caixa.
A família mantinha como animais de estimação uma aranha, um leão, um polvo e duas piranhas, sendo que Mortícia tratava sua planta carnívora, chamada de Cleópatra, como se fosse um animalzinho.
Adaptada por David Levy e Nat Perrin, a ‘típica família americana’, do ponto de vista macabro, estreou na televisão em 1964, trazendo em seu elenco os atores John Astin, Carolyn Jones, Lisa Loring, Ken Weatherwax, Jackie Coogan, Blossom Rock, Felix Silla e Ted Cassidy.
A série não retrata o humor de Addams, apenas os personagens que ele criou, já que o tom irônico e mórbido vistos nas tiras de quadrinhos foi suavizado para atender os interesses do canal ABC, que pretendia apenas oferecer uma sitcom para toda família com um visual diferente, apoiado na fama que Addams conquistara como cartunista.
Mesmo assim, a série foi bem recebida, registrando cerca de 23.9% da audiência do público alvo, de acordo com o jornal L.A. Times.

Imagem Google

“A Família Addams” estreou uma semana antes de “Os Monstros”, da CBS, outra comédia que apresentava uma família ‘diferente’, encabeçada pela criatura de Frankenstein casada com a filha do Drácula. Na competição pela audiência, os Addams perderam para os Monstros, que em sua primeira temporada registrou cerca de 24.7% do público alvo.
Mas, no resultado final, ambas foram produzidas ao longo de duas temporadas e canceladas em 1966. Segundo Stephen Cox em seu livro “The Addams Chronicles”, a série “Os Monstros” começava a registrar queda na audiência e, visto que ela tinha as mesmas características de “A Família Addams”, a ABC concluiu que a série seguiria o mesmo caminho. Assim, cancelou a produção na mesma semana que a CBS anunciou o cancelamento de “Os Monstros”.
Em 1973 e em 1991 foram produzidas versões animadas de “A Família Addams”. Em 1977, um filme para celebrar o Dia das Bruxas foi produzido, reunindo parte dos atores que estrelaram a série.

Imagem Google

Em 1998, foi produzido o remake “A Nova Família Addams” e em 1991 os Addams chegaram no cinema onde estrelaram três filmes (sendo que a terceira produção foi lançada direto em vídeo).
Em 2010 a Família Addams fez sua estreia na Broadway com um musical que será apresentado em São Paulo a partir da primeira semana de março deste ano.
Charles Addams não viveu para testemunhar a trajetória de seus personagens. Ele faleceu em 1988, vítima de parada cardíaca, aos 76 anos de idade. Em seu tempo de vida, ele viu apenas o sucesso gerado pelas versões para a TV e suas reprises.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP