Greve da PM gera arrastões em Salvador-Ba

2 de fevereiro de 2012

Salvador a capital do estado, também vive clima de pânico em virtude da grave dos policiais. Hoje dia 02/02/2012 as informações que nos bairros Boca do Rio, Pituba, Barra, Ondina,  Rio Vermelho, Av. Tancredo Neves, Brotas, Cajazeiras, Av. Sete de Setembro, Barroquinha entres outros aconteceram arrastões, roubos, assaltos e tiros. A cidade está acuada. 
A cidade está parada, as pessoas com medo, não saem de casa, no centro, os comércios dos bairros, lojas fecharam suas portas com medo das ameaças de arrastões.
O policiamento não é suficiente e o medo toma conta de toda da cidade, uma das mais violentas do país. Como os governantes deixaram chegar a está situação? Começo de mês, data festiva e faltando poucos dias para o carnaval, a cidade está um caos. Os bairros populares aqueles considerados violentos, o medo ainda é maior, pois em alguns destes, são o bandidos que ditam as normas. Nas redes sociais, tem muita gente postando o caos que vai virando a cidade de Salvador. Sem policiamento suficiente e o comando da polícia afirmado que está tudo normal. 
Evitem a saída de casa. Evite sair sem necessidade, pelo menos até a situação se resolver.
Os shoppings estão sendo invadidos por bandidos em horários diversificados. O Shopping Itaigara foi fechado logo após o arrastão. A informação é que o shopping foi invadido por 30 homens mais cedo. Aconteceu um arrastão no Salvador Norte Shopping. Os clientes estão se abrigando dentro das lojas, que fecharam as portas. As pessoas estão se escondendo na loja Renner.
Situação da paralela mais cedo! Os dois ônibus impedindo o trafego.

.Imagem Google

.Imagem Google



PMs em greve fecham trânsito na Boca do Rio e na avenida Paralela. Veículos foram atravessados na pista da Otávio Mangabeira, impedindo a passagem dos automóveis. Motoristas devem evitar o trânsito pela avenida Paralela e pela região da Boca do Rio na tarde desta quinta-feira 02/02/2012 . Na avenida Otávio Mangabeira, na altura do Multi Shopping, policiais militares em greve tomaram dois ônibus de transporte coletivo.

Segundo a Superintendência de Trânsito e Transporte (Transalvador), os veículos foram atravessados na pista da Otávio Mangabeira, impedindo a passagem de outros carros.Na Paralela, o trânsito segue congestionado nos dois sentidos. Ainda de acordo com a Transalvador, carros também estão sendo tomados por policiais e atravessados na pista. O congestionamento atinge as avenidas ACM e Av. Bonocô.

Greve ilegal
O juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública, Ruy Eduardo Almeida Brito, considerou ilegal a greve parcial dos policiais militares da Bahia e determinou nesta quinta-feira (2) o imediato retorno dos PMs ao serviço.
A decisão foi tomada após entrega do requerimento do Estado, por meio da Procuradoria Geral do Estado, à Vara da Fazenda Pública.
O juiz decidiu que a Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (ASPRA - BA) suspenda o movimento grevista, cumprindo a decisão de imediato, sob pena de multa de R$ 80 mil, por cada dia de paralisação a partir desta quinta 02/02/2012. O juiz intima ainda a Polícia Militar, via Comando Geral da instituição, para o cumprimento da determinação.
A decisão foi apresentada no final da manhã desta quinta-feira  02/02/2012 , pelo procurador geral do Estado, Rui Moraes, na sede da Fundação Luis Eduardo Magalhães, no Centro Administrativo da Bahia.
Início da paralisação
Em uma assembleia realizada na tarde da última terça-feira 31/01/2012, os policiais militares e os bombeiros ligados à Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado.
Policiais militares de Ilhéus, no sul do estado, também aderiram à paralisação. Segundo o coronel Reis, comandante da Polícia Militar da Região Sul, a paralisação é restrita ao município de Ilhéus, mas serviços essenciais, como a guarda dos presídios, e guarnições emergenciais continuam trabalhando normalmente.
Apesar da decisão tomada pela Aspra, a assessoria do comando da PM não reconhece a greve e diz que o órgão funciona normalmente, mesmo com o indicativo de paralisação. O diretor de comunicação da PM Gilson Santiago disse que todas as unidades estão funcionando normalmente e que os PMs que trabalham à noite já estão assumindo seus postos. A Aspra é uma das nove associações dos policiais militares na Bahia.
Os policiais reivindicam o cumprimento da lei 7.145 de 1997, com pagamento imediato da GAP V, incorporação da GAP V ao soldo, regulamentação do pagamento de auxílio acidente, periculosidade e insalubridade, cumprimento da lei da anistia e a criação do código de ética, além da criação de uma comissão para discutir um plano de carreira para a categoria.
Cuidado pessoal! Tem bandidos se aproveitando da aglomeração nos pontos de ônibus para assaltar pessoas.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP