Paralisação da Transalvador

3 de fevereiro de 2012

Em paralisação por 48 horas, Transalvador funciona com apenas 30% do efetivo.



Imagem Google

Conforme decisão tomada na assembleia realizada dia 31/01/2012, os servidores da Transalvador iniciaram às 06h do dia 01/02/2012, uma paralisação de 48 horas devido ao descaso e falta de comprometimento da administração municipal frente aos pleitos da categoria. Com essa decisão atividades como as Blitzes da Lei Seca e o apoio à festa de Iemanjá, no Rio Vermelho, ficarão comprometidos, já que apenas 30% do efetivo estará trabalhando por uma exigência da lei.
“Mesmo com a confirmação do pagamento dos dois meses em atraso das operações especiais, mantemos a paralisação de 48 horas, iniciada as 06h de hoje, pois, estamos cansados de promessas e exigimos respostas imediatas e concretas sobre o pagamento dos cinco anos do retroativo referente aos 33,33%, definição dos valores da Operação Carnaval 2012, gratificação de produtividade, agilidade na apresentação das matrizes salariais do nosso Plano de Cargos e Vencimentos e melhores condições de trabalho para toda autarquia”, informa Adenilton Júnior, presidente da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (ASTRAM).
Na próxima sexta 03 de fevereiro de 2012, a partir das 09h, a categoria se encontrará para uma nova assembleia no pátio da GTRAN, onde será decidida a continuidade ou não da paralisação. “Podemos adiantar que há o indicativo de greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda. Estamos num ano de eleição e o que não for resolvido agora, com certeza, será empurrado para a nova administração”, conclui o presidente da ASTRAM.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP