Assassinato na Barra - Salvador/Ba

30 de julho de 2012

Fonte G1
Mulher é morta na Barra e polícia prende irmã como principal suspeita. Crime ocorreu na manhã deste domingo 29/07/2012, na Rua João Pondé. Vítima chegou a ser levada para o hospital, mas já chegou sem vida.
Uma mulher de 48  anos foi presa sob suspeita de matar a irmã, de 54, a facadas na manhã deste domingo, no bairro da Barra, em Salvador. De acordo com a polícia, vizinhos ouviram gritos no apartamento das duas mulheres, que moravam juntas, e acionaram a PM. O crime ocorreu no edifício Nana, localizado na Rua João Pondé.
Segundo informações do posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE), a vítima chegou a ser socorrida para a unidade de saúde, mas já chegou ao local sem vida. A suspeita do crime foi levada para a Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoas (DHPP). A polícia informou que ela deve ser ouvida ainda na tarde deste domingo e depois encaminhada para a carceragem da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca).


Crime ocorreu em prédio na Barra, em Salvador, Bahia (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Crime ocorreu em prédio no tradicional bairro da Barra, em
Salvador (Foto: Reprodução/TV Bahia)


Exame revela que mulher que matou irmã tem esquizofrenia

Vítima foi sepultada no cemitério Quinta dos Lázaros, na Baixa de Quintas. Irmã confessou esfaquear irmã en porta de prédio, na Barra, em Salvador.

O delegado que acompanha a morte da moradora da Barra, em Salvador, afirma que a irmã da vítima, que confessou o crime, possui transtorno mental, comprovado através de um exame psiquiátrico realizado nesta segunda-feira 30/07/2012.
"Ela passou por um exame no Juliano Moreira [hospital psiquiátrico] hoje e ficou atestado que tem esquizofrenia", relata o delegado Juvêncio Mendes de Menezes, da Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). A delegada responsável pela investigação do assassinato, Jesuína Gonçalves, informa que não há previsão de quando a suspeita será encaminhada para o Presídio Feminino de Salvador, no Complexo Policial da Mata Escura, onde deve aguardar à disposição da Justiça.
A suspeita, que tem 48 anos e é artista plástica, permanece detida na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Derca), única na capital que possui cela feminina. Ela foi presa pelos policiais da 11ª CIPM momentos depois do crime, que ocorreu em frente ao prédio onde as duas moravam, na manhã do domingo (29), assistida por vizinhos.
A vítima teve corpo sepultado na tarde desta segunda-feira, no Cemitério Quinta dos Lázaros, na Baixa de Quintas. A agressora trabalhava para a Secretaria de Cultura da Bahia e ministrava aulas e oficinas em museus da cidade.
O motivo do crime, segundo a polícia, teria sido "problemas familiares". A delegada plantonista do domingo, Ayala Nolasco, afirmou que a suspeita alegou "defesa da própria honra", porque a [vítima] "vinha 'envenenando' a ela [suspeita] e a mãe há muitos anos". Segundo a polícia e testemunhas, a mulher foi esfaqueada em diversas partes do corpo. As irmãs teriam discutido antes do crime.
A vítima chegou a correr alguns metros e parou em frente à igreja que frequentava, segundo os vizinhos que ajudaram a socorrê-la. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu enquanto era levada ao Hospital Geral do Estado (HGE)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP