Incêndio no Instituto de Cacau - Salvador/Ba

16 de julho de 2012


Devido à alta temperatura no interior do Instituto de Cacau da Bahia, a Defesa Civil transferiu desta segunda-feira (16) para terça-feira (17) a vistoria que irá avaliar a estrutura do edifício, localizado no Comércio, centro da capital baiana,  que foi alvo de incêndio durante a manhã. O engenheiro tentou entrar no imóvel em duas ocasiões, pela manhã e pela tarde, mas a ação precisou ser interrompida por conta do aquecimento. Mesmo com o rescaldo já feito pelo Corpo de Bombeiros, a perspectiva é que o prédio só esteja resfriado na terça-feira.
Ainda não é possível afirmar causas nem prejuízos a respeito do incêndio no prédio, tombado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) no ano de 2002. A 3ª delegacia, que deve ficar responsável pela investigação, segundo a Polícia Civil, não tinha recebido registro do caso por volta das 17h30 desta segunda-feira. A perícia técnica, que deve quantificar o prejuízo, também não havia sido agendada, segundo a assessoria do Departamento de Polícia Técnica (DPT).
Insituto do Cacau, Salvador, Bahia (Foto: Rafaela Ribeiro/G1)De fora, é possível verificar prejuízos causados pelo fogo no terceiro pavimento (Foto: Rafaela Ribeiro/G1)

O Instituto de Cacau é de propriedade da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESB), localizada em Ilhéus, região sul da Bahia, de acordo com a Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb). Quatro órgãos funcionam no edifício: a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), a Defensoria Pública da Bahia e a Secretaria da Educação, informa a Saeb. No térreo, está sediado o Museu do Cacau, fundado no ano de 1983 e atualmente administrado pela Seagri (Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária). O museu guarda quadros, mobiliário, papéis, porcelanas, cristais, urnas indígenas, entre outros objetos históricos-culturais ligados à cacauicultura, além de possuir um auditório e uma biblioteca.

Incêndio (Foto: Anderson Amaral/Arquivo Pessoal )Chamas de grandes proporções tomaram o último andar
do edifício (Foto: Anderson Amaral/Arquivo Pessoal
Patrimônio
A professora da Universidade Católica de Salvador (Ucsal), Lígia Larcher, explica que o Instituto é um dos primeiros exemplares da arquitetura moderna na Bahia, construído na década de 1930 pelo alemão Alexander S. Buddeüs.
O edifício é influenciado pelo linguagem "art déco" e da Escola Bauhaus, evidenciado por aspectos como cantos arredondadas, elementos clássicos, presença de elementos verticais e horizontais, enumera a arquiteta.
"Era um edifício de alta tecnologia para aquele período, tanto para a movimentação do cacau, com esteiras subterrâneas, que o ligava ao porto, quanto em relação à refrigeração do edifício. Foi usada a tecnologia mais avançada que existia na época. O museu é importantíssimo, preserva paredes, pisos, portas, fechaduras", afirma Lígia.

 Incêndio (Foto: Anderson Amaral/Arquivo Pessoal)
Imagem G1

Trânsito
Todos os acessos da Avenida da França e dos Estados Unidos, no bairro do Comércio, que levam ao Instituto do Cacau, permanecem bloqueados no início desta segunda-feira (16). O tráfego tem sido desviado para a rua da Holanda, na esquina do Banco do Brasil, um quarteirão antes do Instituto. De acordo com a Transalvador, o fluxo de veículo nas imediações está congestionado. Há agentes da Transalvador e policiais militares na região. O quarteirão continua isolado.
Resgate
O incêndio no prédio do Instituto do Cacau, no bairro do Comércio, em Salvador, foi iniciado por volta das 10h. Uma funcionária do local, que não quis se identificar, disse que o fogo começou no 3º andar do edifício. "Percebemos a fumaça no local e alguns ruídos, então descemos correndo pela escada", conta.
O prédio foi evacuado e os serviços suspensos, como o posto do SAC, que funciona no primeiro andar. Não houve feridos. Um homem foi resgatado da cobertura do prédio por um helicóptero da Polícia Militar. Uma equipe do Corpo de Bombeiros atuou no combate às chamas.
"Tinha muita fumaça. Primeiro, pensei que fosse poeira. Ficou tudo nuvem de tanta fumaça. Surgiu cada labareda que passou da cobertura e começou a cair destroços do alto. O pessoal começou a desocupar o prédio e depois chegou a polícia", relata Anderson Amaral, que trabalha em um prédio vizinho.
A Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), que administra o restaurante popular do local, divulgou nota informando que não haverá fornecimento de refeições nesta segunda-feira.
Fogo em 2011
Em novembro do ano passado, uma sala no prédio do Instituto do Cacau foi atingida por um princípio de incêndio e as chamas foram controladas pelo Corpo de Bombeiros. Segundo funcionários, no local eram guardados arquivos. O Corpo de Bombeiros, Salvar e policiais militares da 16ª CIPM atuaram.

Incêndio (Foto: Leandro Lordelo)Incêndio nesta segunda-feira congestionou ruas do Comércio (Foto: Leandro Lordelo/Arquivo Pessoal)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP