RETROSPECTIVA - Salvador/Ba confira os fatos mais marcantes de 2015

30 de dezembro de 2015

Fonte G1
Em fevereiro, 12 jovens foram mortos em um confronto com a Polícia Militar, na Vila Moisés, na Estrada das Barreiras, no Cabula. O caso ficou conhecido como "Chacina do Cabula". Em julho, os nove policiais acusados das mortes dos jovens foram absolvidos. O crime aconteceu às vésperas do Carnaval, no dia 6 de fevereiro.

Em março, o bailarino Ronaldo Pepê Santos, de 40 anos, foi encontrado morto em casa, no bairro do Barbalho. Integrante importante do Balé Folclórico da Bahia, o artista era considerado um dos nomes mais importantes da companhia. O suspeito do crime,  Wallyson Santana de Castro, conhecido como "Galego" ou "Roy", de 24 anos, se entregou ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) dias após cometer o crime.
 
Zika Vírus: Em abril de 2015, moradores de Camaçari, cidade situada na Região Metropolitana de Salvador, começaram a apresentar sintomas de uma chamada "doença misteriosa". No final do mês, os pesquisadores identificaram a doença como "Zika Vírus".A descoberta foi feita pelos estudiosos Gúbio Soares e Silvia Sardi, após a análise de amostras de sangue de pacientes de Camaçari, por meio de uma técnica chamada RT-PCR. O Zika Vírus é transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti, aedes albopictus e outros tipos de aedes.Atualmente, os especialistas descobriram que a doença tem relação com os novos registros de microcefalia no país. Os casos investigados de microcefalia relacionados ao Zika Vírus na Bahia chegaram a 316, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados em dezembro. De acordo com o ministério, no estado, não há nenhum caso confirmado ou óbito de casos de microcefalia relacionados à doença.
Aniversário da Cidade
dona Eurides Fagundes, uma simpática senhora de 120 anos, que mora na capital baiana e falou sobre sua vida e também as respeito das transformações que presenciou na cidade durante este pouco mais de um século de vida. Dona Eurides soma 120 anos bem vividos. A senhora nasceu no dia 6 de dezembro de 1894, em Salvador, segundo sua carteira de identidade, mas contesta e diz que nasceu e foi criada em Caboto, no município de Candeias, região metropolitana de Salvador. Para se ter uma ideia, ela chegou a conhecer Lampião e Maria Bonita que, por sinal, nasceram depois dela, em 1898 e em 1911 respectivamente.
 
Temporais
As chuvas que castigaram Salvador entre os meses de março e abril provocaram morte de dezenas de pessoas nas localidades do Bom Juá e San Martin, além de ter deixado cerca de 500 pessoas desabrigadas, na época, de acordo com o levantamento da prefeitura de Salvador. Foram realizados mutirões para arrecadar roupas e alimentos para as vítimas dos desabamentos provenientes das chuvas que atingiram a capital baiana. 
 
O rompimento de uma adutora na BR-324 durante as obras do metrô em Salvador, em abril, provocou diversos transtornos em Salvador. Desde a interrupção do fornecimento de água até famílias que tiveram suas casas destruídas pela enxurrada. Na época, foi necessário implantar uma rede de distribuição alternativa de 500 metros de extensão e 1,5 metro de diâmetro para abastecer brevemente as áreas afetadas. 
 
Violência

Os atos de racismo e intolerância religiosa  também foram registrados na Bahia, em 2015. O estudante  Herácliton dos Santos Barbosa, 20 anos, foi impedido de entrar no Fórum Odilon Santos, comarca de Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo baiano, porque usava seu eketê, gorro litúrgico utilizado por homens que seguem algumas religiões de matriz africana no Brasil. O caso gerou polêmica e atitude foi repudiada massivamente nas redes sociais. 
 
Os casos de violência não se resumiram à temática racial e religiosa. Em maio, os integrantes da banda New Hit estiveram no alvo de um polêmica de cunho sexual. Os jovens foram condenados a  11 anos de prisão pelo abuso sexual de duas adolescentes, na cidade de Ruy Barbosa, norte da Bahia, em agosto de 2012. 
De acordo com a denúncia do Ministério Público, Aragão Trigueiros, Carlos Frederico Santos de Aragão, Edson Bomfim Berhends Santos, Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, Guilherme Augusto Campos Silva, Jefferson Pinto dos Santos, Jhon Ghendow de Souza Silva, Michel Melo de Almeida, Wenslen Danilo Borges Lopes e Willian Ricardo de Farias teriam abusado sexualmente das adolescentes praticando, mediante extrema violência, por repetidas vezes e em alternância, conjunção carnal e atos libidinosos diversos.
Estupro
Ainda durante o mês de maio, uma médica do Hospital São Rafael foi violentada sexualmente durante um assalto no bairro de São Marcos, em Salvador. O homem tomou o carro da médica de assalto, e a obrigou a entrar com ele no Honda Civic prata. Em seguida, ele dirigiu até um matagal em Águas Claras, onde a estuprou e a abandonou no local antes de fugir com o veículo da profissional de saúde. A médica foi socorrida pela polícia. A 10ª Delegacia Territorial (DT/Pau da Lima) é responsável pela investigação do crime. 
DeterminaçãoEm 2015, uma bela história de determinação do jovem soteropolitano Bruno Santana, de 21 anos. O garoto nasceu portador da  doença hereditária xeroderma pigmentoso. Mas a gravidade do problema, não deixou que a família abandonasse o rapaz. Emocionada, a irmã do jovem, Beatriz Santana, diz ser impossível defini-lo. "É um guerreiro. Nunca o vi reclamando, triste ou questionando o motivo da doença. Ele é muito especial", descreve, O Bazar Social, realizado pelas Voluntárias Sociais da Bahia, realizado no Palácio da Aclamação, na Av. Sete de Setembro, movimentou a cidade ao atrair consumidores com produtos vendidos a R$ 5. Foram formadas filas quilométricas no local.
 
Tristeza
Um dos casos de maior comoção e repercussão popular  em Salvador foi o desaparecimento e morte do pequeno  garoto Marcos Vinicius de Carvalho, de dois anos em agosto deste ano. O padrinho do garoto, Rafael Pinheiro, disse à polícia na época, que a criança havia desaparecido na feira de Itapuã, situada na Avenida Dorival Caymmi. Os desdobramentos da investigação levaram os policiais até o corpo do menino, que estava em um areal na Alameda Afrânio Coutinho, atrás do Tchê Caranguejo, também em Itapuã. Rafael Pinheiro foi preso em flagrante.
 Herói

No entanto, nem nem todas histórias têm final infeliz. Um exemplo foi o que aconteceu com com uma garota de 19 anos que ameaçava se jogar da varanda do 6º andar de um prédio no bairro da Barra. Próximo do local, o advogado Thiago Phileto Pugliese, de 33 anos, seguia com um casal de amigos de carro quando avistou a moça. "Estava engarrafado, eu até reclamei que ele tinha entrado na rua errada. Quando chegamos perto tinha muitas viaturas. Pedi para parar o carro e já soltei. Mas aí o que me deu um grande sentimento de revolta foi ouvir uma mulher gritar ‘se joga logo’”, conta Thiago Phileto.
 
Chocado com a cena, o advogado decidiu subir imediatamente para tentar salvar a jovem estudante de medicina. Após entrar no apartamento, Thiago abraçou a jovem para que ela não conseguisse se jogar e ela então desmaiou. Passado a adrenalina, o advogado conta a emoção do momento: “Carreguei ela no colo e conversamos um pouco. Quando saí eu aí desmoronei. Chorei muito, fiquei todo trêmulo, em estado de choque na realidade com tudo que tinha acontecido".   
Tragédia

Em novembro, o garoto Guilherme Oliveira Yokoshiro, de 5 anos, morreu ao cair do 6º andar do prédio em que morava com os pais, em Brotas.  Segundo os familiares, a criança estava em casa com o pai, o engenheiro de produção Rafael Yokoshiro, no momento do acidente. A mãe do garoto, Carla Verena Oliveira, é enfermeira e trabalhava quando o filho morreu. 
 
Tio do garoto, Cristiano Gouveia, 42, lembrou que Guilherme era alegre e querido pela família. "Como toda criança, ele queria ser super-herói e voar", disse Gouveia. Ele ainda falou sobre a relação do menino com o pai, o engenheiro de produção Rafael Yokoshiro, 30. "Era um pai muito amoroso, louco pelo filho. Rafael era corinthiano e sempre que podia levava Guilherme para assistir jogos com ele", contou
'Cidade da Música'
Aos 461 anos, a cidade de Salvador recebeu  através da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), o título de 'Cidade da Música', dentro da Rede Cidades Criativas da entidade.
 
Com sete áreas temáticas: Artesanato e Artes Folclóricas, Design, Filme, Gastronomia, Literatura, Artes Midiáticas e Música, o projeto nomeou Salvador como o primeiro município brasileiro a ser contemplado com o título. Agora, a prefeitura e soteropolitanos esperam que o titulo ajude a capital baiana a se tornar atração maior de investimentos no segmento da economia criativa e aqueça o turismo e a economia de Salvador.
  

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

  © Ourblogtemplates

Back to TOP