https://scriptusdigitais.blogspot.com/lomadee22468500.html Violência Urbana: Mulher teve os olhos arrancados - ...

17 de janeiro de 2012

Violência Urbana: Mulher teve os olhos arrancados

Fonte: G1
A Polícia Civil afirmou que vai ouvir, na manhã desta segunda-feira 16/01/2012, o porteiro do condomínio onde morava a mulher encontrada morta, com o rosto desfigurado e sem os olhos. O corpo foi encontrado na madrugada de sábado 14/01/2012, em Mairiporã, na Grande São Paulo. A informação é da delegada titular Cláudia Patrícia Dálvia.
De acordo com ela, um familiar e mais outra pessoa, que não foi divulgada, também serão ouvidas. O computador de Geralda Lúcia Ferraz Guabiraba, 54 anos já está em poder da polícia e deve ser encaminhado ao IC (Instituto de Criminalística) para a realização de perícia na segunda.


Imagem Google

Ainda de acordo com a delegada, as imagens de circuito interno do prédio serão entregues nas mãos dos investigadores também na segunda. O corpo da vítima foi enterrado neste domingo 15/01/2012, no Cemitério Parque da Cantareira, zona norte de São Paulo.
Ritual macabro
O corpo foi encontrado na madrugada deste sábado 14/01/2012. A delegada titular do Distrito Policial de Mairiporã, Claudia Patrícia Dálvia, diz acreditar que a mulher foi vítima de algum ritual macabro.
Pelas características do corpo, a polícia acredita que se trata de um crime de magia. Foi muita crueldade. Aquele lugar da estrada Santa Inês é usado para trabalhos religiosos.
Mesmo estando com o rosto desfigurado, a vítima teve o corpo reconhecido pelo marido, que é executivo do Grupo Estado, e pelo único filho. Os dois prestaram depoimento à polícia na tarde deste sábado.
Segundo eles, Geralda era uma mulher muito religiosa – usava um escapulário no pescoço quando foi morta  e sem inimigos.
Durante depoimento, os familiares afirmaram que ela sofria de depressão e tinha parado de tomar os medicamentos. Além disso, a vítima, que era dona de casa, ultimamente passava boa parte de seu tempo navegando na internet. A Polícia Civil já pediu o computador da vítima para encaminhar para a perícia, que vai checar quais sites ela estava consultando.
Morte
Ontem, o corpo da vítima ficou no IML (Instituto Médico Legal) de Franco da Rocha, onde foi realizada a autópsia, procedimento médico que deve determinar a causa da morte.
Na madrugada deste sábado, policiais militares da 2ª Cia do 26° Batalhão foram acionados para atender uma ocorrência de encontro de cadáver. No local, além do corpo, o carro da vítima - um Chevrolet Tracker de cor cinza - foi encontrado, sem nenhum sinal aparente de roubo.
De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, a última vez que a mulher foi vista foi em sua residência, no Lauzane Paulista, zona norte da capital, por volta das 23h de sexta-feira 13/01/2012. O marido da vítima ainda não prestou o depoimento à polícia. O caso foi registrado na Delegacia de Mairiporã, na rua Odorico Pereira da Silva, centro da cidade.
Força tática.
Scriptus Digitais por Chris Dantas Lima
| Copyright © Blog ativo Dezembro/2009 - Todos os Direitos Reservados |